Ouça a Smooth FM em qualquer lado.
Faça o download da App.

Sugestões Culturais

AR LIVRE / FEIRAS / CINEMA / OUTROS

Partilhamos aqui algumas das sugestões culturais que falamos na emissão.
AR LIVRE / FEIRAS / CINEMA / OUTROS

FUTURE JAZZ  
Future Jazz, são sessões musicais onde se olha e ouve o futuro da música, neste caso, Jazz. Um misto entre festival e concurso, onde participam bandas e grupos de escolas vocacionais de música. Todos são convidados a participar.   
Acontece na Casa da Música no Porto nas datas:   
Sexta-feira, 31 maio, 21h  
Quinta-feira, 6 junho, 21h
 

VISITA GUIADA AO TEATRO SÃO LUIZ 
Uma visita guiada ao Teatro pelas mãos da equipa do São Luiz. Percurso e atividades pelas salas, os bastidores e os espaços de trabalho, para conhecer as diferentes profissões e os cantos desta casa, as curiosidades e os mistérios que vivem neste edifício e de quem por aqui passou, assim como as histórias deste Teatro e o que as liga à História do país. 
30 março (por Téo Pitella – Mediação de Públicos) 
13 abril (por Nuno Santos – Acessibilidade) 
11 maio (por Marta Azenha – Produção) 
15 junho (por Miguel Loureiro – Direção Artística) 
13 julho (por Maria Tavora – Direção de Cena) 
Aos sábado, pelas 15h.

Disponíveis visitas para grupos noutras datas e horários por marcação para teopitella@egeac.pt (prazo mínimo de 30 dias).  

SINTRA AO LUAR 
O percurso pelos trilhos da Tapada de Monserrate começa um pouco antes do pôr-do-Sol, quando a luz começa a diminuir. Nesse momento do dia, há quem se recolha depois de um dia de atividade e há quem desperte… Durante o passeio vai ser utilizada uma armadilha luminosa, inofensiva, para atrair borboletas noturnas, será feita a deteção acústica de morcegos e aves de rapina e, em silêncio, escutar coros de anfíbios. 
Esta é uma oportunidade única para conhecer a fauna noturna, menos conhecida, e descobrir a sua importância ecológica. Na companhia do biólogo Mário Carmo, irá conhecer as espécies de vertebrados e invertebrados com hábitos noturnos, insetos, mamíferos, anfíbios e aves que habitam a Serra de Sintra. Este será um momento de ciência para miúdos e graúdos. 
Na Tapada de Monserrate, Sintra, dia 24 maio, bilhetes adquiridos na bilheteira do Parque.  

HILARIANTE - FESTIVAL DE COMÉDIA 
Hilariante, o primeiro festival de verão totalmente dedicado à comédia em Portugal. Durante 3 dias, num recinto incrível ao ar livre e dois palcos, vais poder rir às gargalhadas com os melhores comediantes nacionais e internacionais. Desde os artistas mais conhecidos que enchem as maiores salas àqueles que fazem dos bares o seu território, o Hilariante é o festival onde vais querer estar.  
30 DE MAIO  
Equipa do ISTO É GOZAR COM QUEM TRABALHA  
EDUARDO MADEIRA  
GUILHERME DUARTE  
Carlos Vidal  
Rúben Branco  
Pedro Sousa  
Ricardo Karitsis  
31 DE MAIO  
LEWIS BLACK  
ANTÓNIO RAMINHOS  
Vasco Elvas  
João Pedro Pereira  
Joel Ricardo Santos  
Pedro Costa Rodrigues  
Mário Falcão  
1 DE JUNHO  
MICHELLE WOLF  
LUÍS FRANCO-BASTOS  
David Cristina  
Joana Gama  
Guilherme Fonseca  
Dagu  
Joana Miranda  
João Pinto  
30 e 31 de maio e 1 de junho - Quinta de Cima do Palácio Marquês de Pombal, em Oeiras. 
Interdita a entrada a menores de 12 anos. São permitidas crianças dos 12 aos 16 anos desde que acompanhadas por um adulto, ambos portadores de bilhete válido para o espetáculo.  
Abertura de Portas: 18h00  - Fecho de Recinto: 01h00

TITO LÍVIO NO JANELÃO  
Tito Lívio é jornalista cultural, crítico de teatro e cinema. Já entrevistou grandes personalidades como Catherine Deneuve, Freddie Mercury, Simone, José Afonso, Amália Rodrigues entre outros.  
Todos os meses até junho, Tito vai instalar-se no Janelão do Teatro São Luiz, para uma série de entrevistas a grandes figuras do Teatro, Cinema, Música e da Cultura, em que o público também pode intervir.  
Próximas sessões: 11 junho, 19h, no Janelão da sala Bernardo Sassetti, no Teatro São Luís em Lisboa.  
A entrada é livre e sujeita à lotação da sala 

TORRE VASCO DA GAMA 
A Torre Vasco da Gama, imponente e majestosa, ergue-se junto às margens do rio Tejo. Inaugurada em 1998, esta torre foi construída como parte da Expo 98, uma exposição mundial que celebrava os 500 anos dos Descobrimentos Portugueses. Batizada em homenagem ao navegador Vasco da Gama, que abriu a rota marítima para a Índia no século XV.  A Torre Vasco da Gama oferece vistas deslumbrantes sobre o rio Tejo e a cidade de Lisboa, proporcionando aos visitantes uma experiência 360º sobre o Parque das Nações num dos melhores miradouros em Lisboa. A visita começa com a descoberta de cada QR code nas janelas da cúpula da Torre Vasco da Gama, que trazem histórias, curiosidades de Portugal, recomendações turísticas e dicas sobre a vista panorâmica. 
Horários:Todos os dias: 10h00 – 18h00 (última subida: 30 minutos antes do fecho). 
Encerrado 25 dezembro e 1 janeiro

Miradouro - Vasco da Gama Tower 

A MENINA DOS MEDOS  
Sentada no alto de uma rocha, admirando o rio Ocreza e as Portas do Almourão, eis que surge a obra escultórica "A menina dos medos", da autoria do escritório Mag do Porto. Uma obra figurativa em alumínio, instalada no "escalão", um penedo localizado entre a encosta da aldeia e as Portas de Almourão, junto ao Rio Ocreza. A "menina dos medos" representa uma "reapropriação do lugar pelos seus habitantes e pelos que exploram a região, através da perceção da delicadeza na desordem, da escala humana no excesso das memórias geológicas", de acordo com a descrição das autoras. 
Aproveite e percorra os dois trilhos disponíveis na zona que passam por este penedo, o Trilho da Menina dos Medos ou o trilho do Farol Dos Ventos À menina Dos Medos. Deslumbre-se pelas aldeias, cascatas, miradouros e muito mais. 
Saiba mais aqui: Trilho da Menina dos Medos – Experimenta Paisagem.

PASSADIÇOS DO PAIVA
Os Passadiços do Paiva localizam-se na margem esquerda do Rio Paiva, no concelho de Arouca, distrito de Aveiro. São 8 km que proporcionam um passeio "intocado", rodeado de paisagens de beleza ímpar, num autêntico santuário natural, junto a descidas de águas bravas, cristais de quartzo e espécies em extinção na Europa. O percurso estende-se entre as praias fluviais do Areinho e de Espiunca, encontrando-se, entre as duas, a praia do Vau. Uma viagem pela biologia, geologia e arqueologia que ficará, com certeza, no coração, na alma e na mente de qualquer apaixonado pela natureza. 
Pode fazer os Passadiços do Paiva a qualquer altura do ano, mas é preciso fazer reserva! 

PERCURSO DOS PASSADIÇOS DO PENEDO FURADO (AR LIVRE)  
A Praia Fluvial do Penedo Furado é um dos locais mais procurados do Concelho de Vila de Rei, no distrito de Castelo Branco. A água límpida e cristalina, a paisagem natural e as fantásticas quedas de água fazem deste local um autêntico paraíso. O percurso dos Passadiços do Penedo Furado é uma viagem pela natureza em estado puro com cerca de 2 quilómetros, ideal para ser feito em família. Descubra as cascatas paradisíacas, os miradouros com vistas impressionantes, a fauna, a flora e até a "Bicha Pintada" uma lenda nacional. Este fóssil está localizado abaixo do miradouro do Penedo Furado e segundo alguns estudiosos, supõe-se que tenha mais de 480 milhões de anos.  
Do Miradouro do Penedo Furado é possível admirar a magnífica paisagem de serras e montes revestidos de pinhais, a Ribeira do Codes, a albufeira da Barragem do Castelo do Bode e algumas casas das povoações limítrofes. Próximo deste local existe o Miradouro das Fragas do Rabadão, onde existe uma via-sacra e um pequeno santuário, de onde se pode apreciar a paisagem até à Albufeira de Castelo de Bode e onde se inicia um trilho confluente com o trilho do miradouro anterior. 
Este percurso é de entrada livre e sem horários definidos.  
Para outras informações contactar Município de Vila de Rei - Passadiços do Penedo Furado

FRECHA DA MIZARELA  
A Frecha da Mizarela, é uma queda de água localizada na Serra da Freita, a uma altitude de cerca de 910 metros.  Fica junto à aldeia da Mizarela, nas imediações de Albergaria da Serra. Alimentada pelas águas do rio Caima, e com cerca de 75 metros de altura, é a mais alta cascata de Portugal Continental e uma das mais altas da Europa. Nesta cascata, o rio Caima despenha-se a mais de 60 metros de altura, primeiramente numa queda comprida e bastante a pique, depois, em quedas mais pequenas. Na aldeia da Mizarela, aproveite o miradouro que oferece uma magnífica panorâmica da cascata e da exuberante paisagem envolvente. Para se conseguir uma vista mais desafogada, é necessário descer um pouco da estrada (de carro ou a pé). Outro local interessante para mirar a Frecha da Mizarela é a Aldeia da Castanheira, onde ficam localizadas as Pedras Parideiras. No fundo da Frecha da Mizarela, há um poço onde se pode deliciar com um bom banho e ter uma perspetiva diferente desta majestosa queda de água. Todavia, o local só é acessível a pé e o percurso é dificuldade elevada. Se gosta de aventura e está bem preparado fisicamente, parta à descoberta. 
Pode ser visitada a qualquer altura do ano, desde que o tempo também o permita, na Serra da Freita, Arouca, Aveiro.  

À NOITE NO CONVENTO DOS CAPUCHOS
É na Serra de Sintra que se encontra o Convento dos Capuchos, o convento franciscano que se destaca pela sua simplicidade, sem luxos ou conforto. As suas reduzidas dimensões e a notável pobreza de construção fazem parte da mística deste monumento. Aqui, a construção humana funde-se com os elementos naturais pré-existentes, a vegetação envolvente e os enorme penedos de granito, que constituem aquela que era considerada pelos habitantes desta casa conventual como 'construção divina'. O bosque que rodeia o edifício foi mantido intacto pelos frades que ali habitaram, sendo hoje um dos mais notáveis exemplos da floresta primitiva de Sintra. Após a hora de encerramento do monumento realiza-se em ambiente crepuscular e noturno, uma visita que percorrerá as diferentes áreas do Convento dos Capuchos. Na companhia de um guia, os participantes descobrirão como os frades franciscanos viviam neste espaço dedicado à introspeção e à comunhão com a natureza.  O percurso termina sob a abóbada celestial noturna com um breve momento de convívio, acompanhado por um chá reconfortante, que aquece o corpo e o espírito. 
Convento dos Capuchos na Serra de Sintra, o ponto de encontro é na Escadaria do Terreiro das Cruzes.
Datas: 25 de Abril e todos os sábados.

PASSADIÇOS DO MONDEGO 
São na Guarda os passadiços mais bonitos do país e possivelmente os mais extensos!   
Com um percurso pelas margens do rio Mondego e os seus afluentes de cerca 12 km, o caminho começa junto à Barragem do Caldeirão, construída em 1988 para abastecer de água o concelho da Guarda, estendendo-se depois pelo vale, nos territórios das localidades de Trinta, Vila Soeiro e terminando já na montanha, em Videmonte. O percurso aproveita 5Km de caminhos já existentes e integra uma zona de 7km de travessias, passadiços e pontes suspensas com paisagens de cortar a respiração e onde abundam as veredas, açudes, cascatas, levadas e moinhos. Os Passadiços do Mondego estão integrados no Parque Natural da Serra da Estrela e no Estrela Geopark Mundial da UNESCO. 
O Itinerário compreende Geossítios como o Miradouro do Mocho Real, escombreiras e cascalheiras, do Alto Mondego e ainda os vestígios de património industrial de antigas fábricas de lanifícios ou de produção de eletricidade, nos Trinta, testemunhos de um passado ligado à indústria têxtil deste território, onde teve origem o afamado cobertor de papa. Mas também vestígios mais antigos como uma calçada romana e uma ponte medieval (entre Pêro Soares e Mizarela) que se acredita ter surgido sobre uma ponte já existente da época romana. Muito para descobrir e aprender num local onde podemos ver a Natureza em harmonia com a passagem humana pela paisagem. 
‍Horários:
1 de Setembro a 31 outubro - 8h00 às 18h00 ‍ (Última entrada aconselhável às 16h00) 
1 novembro a 31 março - 9h00 às 17h00 ‍ (Última entrada aconselhável às 16h00) 
1 de abril a 31 de maio - 8h00 às 18h00 ‍ (Última entrada aconselhável às 16h00) 
1 de junho a 31 agosto - 8h00 às 20h00 (Última entrada aconselhável às 17h00) 

Sugestões Culturais

Preencha os seguintes dados, por favor:

Por favor, faça a conta abaixo.