Ouça a Smooth FM em qualquer lado.
Faça o download da App.
23 abril 2024
16:28
Agência Lusa

Um dos suspeitos de agredir imigrante nepalês em Olhão vai ser sujeito a exame psiquiátrico

Um dos suspeitos de agredir imigrante nepalês em Olhão vai ser sujeito a exame psiquiátrico
Pixabay
A agressão ao imigrante nepalês ocorreu em janeiro de 2023.

Um dos quatro jovens acusados por agressão a um imigrante nepalês em Olhão, em janeiro de 2023, vai ser sujeito a um exame psiquiátrico pelo Instituto de Medicinal Legal (IML) em 23 de maio, a pedido da defesa.

Na curta sessão de hoje do julgamento do caso, que decorre desde janeiro no Tribunal de Faro, foi apenas ouvido o médico psiquiatra que acompanhou o mesmo jovem, um dos dois em prisão preventiva, entre 2020 e 2021.

Em tribunal, Ivo Peixoto disse que o suspeito apresentava na altura sintomas de hiperatividade, impulsividade e dificuldades de concentração, com impacto no meio escolar, mas afirmou que não identificou no jovem padrões de perigosidade.

A presidente do coletivo de juízes informou depois que o mesmo arguido vai ser sujeito a um exame psiquiátrico, marcado para 23 de maio, uma diligência de prova requerida pela defesa que o tribunal vai tentar antecipar, junto do IML, para que o julgamento possa prosseguir o mais rapidamente possível.

Os quatro arguidos, que na altura da agressão, no final de janeiro de 2023, tinham 16 anos, estão indiciados pelos crimes de roubo, de ofensa à integridade física qualificada e de dano com violência. Dois estão em prisão preventiva.

O caso ficou conhecido após a partilha de um vídeo nas redes sociais, onde o imigrante surge caído no chão, em posição defensiva, a tentar proteger-se de agressões.

Na altura, a PSP referiu que as agressões e os roubos eram cometidos “com aproveitamento da força do coletivo, alicerçados numa extrema violência gratuita e espontânea, especialmente por parte dos três jovens com maior ascendência no grupo”.

Para identificar o grupo, a PSP ouviu várias testemunhas e visualizou mais de 20.000 vídeos, bem como centenas de horas de imagens recolhidas pelas câmaras do circuito de videovigilância instaladas na cidade de Olhão.

Os jovens comunicavam entre si através de um grupo fechado no Instagram - a que atribuíram o nome de 8700, que corresponde ao código postal de Olhão -, e que era onde combinavam as agressões.

A agressão cometida contra o imigrante nepalês em Olhão ocorreu em 25 de janeiro de 2023, tendo o grupo roubado a mochila da vítima, que não apresentou queixa.

No vídeo, o cidadão nepalês suplicou para que parassem de o agredir e lhe devolvessem pelo menos os seus documentos.