Ouça a Smooth FM em qualquer lado.
Faça o download da App.
25 maio 2024
16:40
Agência Lusa

Sporting de olho na "dobradinha" que foge há 22 anos

Sporting de olho na "dobradinha" que foge há 22 anos
LUSA
Rúben Amorim quer terminar a época com a conquista do campeonato e a vitória na Taça de Portugal, que joga amanhã.

O treinador Rúben Amorim demonstrou hoje a confiança do Sporting em conquistar uma ‘dobradinha’ que foge ao clube há 22 anos, numa final da Taça de Portugal de futebol perante uma “grande equipa” do FC Porto.

“A ‘dobradinha’ para o Sporting é muito importante, há 22 anos que não conseguimos. Esta equipa tem de tornar esta época especial. Os recordes são importantes, mas vale pouco. Os títulos é que importam. Vamos defrontar uma grande equipa, que tem um treinador que ganhou mais do que ninguém em Portugal. O ambiente esta semana foi muito diferente das últimas duas e estou muito confiante de que vamos fazer história e continuar o nosso caminho”, atirou o técnico ‘leonino’, em conferência de imprensa.

Na sala de imprensa do palco mítico da final da ‘prova-rainha’, o Estádio Nacional, em Oeiras, Rúben Amorim assumiu que “há uma responsabilidade diferente” em vencer a Taça de Portugal como treinador, algo que procura alcançar pela primeira vez, após a única conquista que tem como jogador, em 2013/14, quando representava o Benfica.

“Poderá ser mais especial por o meu papel ser muito mais abrangente e estarmos a um jogo de fazermos a ‘dobradinha’. Aquele paradigma que queremos mudar em Portugal ainda não o fizemos, começámos e este seria um bom passo, confirmar o que fizemos no campeonato. Vai ser um jogo muito difícil, mas, se tudo correr bem, vai ser um dia muito especial para todos nós”, frisou o técnico, no Sporting há quatro épocas e meia.

Rúben Amorim confirmou a ausência de Matheus Reis, devido a lesão, e espera que o capitão do FC Porto, Pepe, seja opção a titular de Sérgio Conceição, prevendo mesmo o ‘onze’ do adversário, apostando em Diogo Costa, João Mário, Pepe, Otávio, Wendell, Alan Varela, Nico González, Francisco Conceição, Galeno, Pepê e Evanilson a titulares.

“Espero um FC Porto forte, pois o ‘mister’ Sérgio Conceição é sempre muito inteligente nestes momentos. Tivemos uma semana longa e estamos preparados para um embate difícil e para o melhor FC Porto. O que aconteceu no campeonato já não interessa. Se a equipa conseguir implementar o seu jogo, vamos estar mais perto de vencer”, afirmou.

Sérgio Conceição “é o treinador mais difícil de bater”, considerou ainda, realçando que “um treinador evolui muito a jogar contra ele” e que a pressão é igual nos dois lados, apesar do Sporting chegar como campeão e o FC Porto procurar ‘salvar’ a temporada.

“Ganhámos o campeonato, mas temos de sentir a mesma pressão de uma equipa que não ganhou nada. Temos de sentir essa pressão, não quero sentir jogadores relaxados por serem campeões. Acho que as duas equipas vão entrar pressionadas”, expressou.

Sporting e FC Porto defrontam-se na final da Taça de Portugal no domingo, no Estádio Nacional, em Oeiras, a partir das 17:15, num jogo com arbitragem de Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria.